Niltinho defende o desenvolvimento de Centrais de Negócios na Bahia.


Autor de uma sessão especial realizada recentemente na Assembleia Legislativa da Bahia sobre as Centrais de Negócios, o deputado estadual Niltinho (PP) luta para que o tratamento tributário para empresas que optam pelo associativismo seja o mesmo que de empresas individuais.


“Ocorre que as empresas que atuam em Central de Compras evoluem para a estruturação de um Centro de Distribuição para facilitar o processo logístico. Mas como não existe uma legislação específica para isso, acaba sendo necessário gerar uma nova Nota Fiscal do Centro de Distribuição para as lojas associadas, com mais impostos sobre os produtos. Isso acaba encarecendo o processo e reduzindo o nível de competitividade das Centrais de Negócios em relação ao mercado”, afirmou o parlamentar.


“Está tramitando na Secretaria da Fazenda um decreto para reverter essa situação e assim alavancar o associativismo”, disse.


“Precisamos incentivar o desenvolvimento das Centrais de Negócios, pois isso tornará as empresas baianas muito mais competitivas nos cenários nacional e internacional. É o melhor caminho para o desenvolvimento das micro, pequenas e médias empresas”, afirmou Niltinho.

Diversas empresas estão optando por operar através do associativismo, pois este modelo amplia o poder de barganha com os fornecedores, por exemplo. As Centrais de Negócios são representadas pela Federação das Redes de Negócios Multissetoriais (Fernem).


Fonte: Classe Política

15 visualizações

© 2019 FERNEM.